Entrevista com Carlão Nery, Guitarrista da banda Velhos Bastardos

 

Batemos um papo com Carlão Nery, da Banda Velhos Bastardos, o Alemão para os íntimos, um roqueiro envolvido com projetos sociais, e que está sempre na ativa, lógico, empunhando a sua guitarra!


Pedrão (CLub RoCk) - Quando, e como, conheceu e passou a gostar de Rock , e qual estilo você mais curte?

Carlão (Velhos Bastardos) : Ainda criança eu sempre acordava pela manhã ao som da vitrola do meu irmão tocando grandes classicos desde
Beatles até Elton John e Michael Jsckson. A música sempre foi muito presente em minha casa
o Rock sempte foi a preferência entre os meus irmaos.
Aprendi desde cedo a gostar do que há de melhor na musica e hoje o que eu mais curto é o classic rock.
Acho que os anos 70 foi a década do rock tanto nacional quanto internacional.
Classicos nacionais como: O Peso, Som nosso de cada dia, O Terço, Made in brazil com

Cornelius e Percy nos vocais, Terreno Baldio, Casa das maquinas, Mutantes,
Rita Lee & Tutti Frutti, Raul Seixas, etc., são pérolas da musica que devem ser lembrados e reverenciados pra sempre.



Pedrão (CLub RoCk)  - Como se sentiu em sua primeira experiência no palco, como participante de uma banda?


Carlão (Velhos Bastardos) : Isso foi há muito tempo, não tem coisa melhor do que estar em cima de um palco tocando
o bom e velho rock n roll, tive oportunidade de vivenciar uma cena underground no rock
na região que eu morava na zona sul de Sampa nos as 70. Grandes bandas surgiram nas garagens da região
como Lixo de Luxo, Fim da Picada, Cetro, Zero Hora, Subúrbio, eram bandas que faziam a diversão da garotada
na época e que tinham em comum o amor pelo Rock n Roll.
Hoje fazendo parte de uma banda ,""VELHOS BASTARDOS"", mais maduro e mais experiente
vejo como uma grande diversão, subir no palco, tocarr a guitarra e ver o público agitando e se
divertindo é o máximo. O meu filho Davi é o baterista da banda e está bem encaminhado no
rock n roll, tocar ao lado do meu filho é um orgulho e uma alegria muito grande.
 


Pedrão (CLub RoCk) -  Você sempre está envolvido em projetos sociais, o que tem feito recentemente nessa área?
 

Carlão (Velhos Bastardos) : Na verdade eu gosto muito de atuar nessa área de eventos e os projetos envolvendo musica
e ação social estão sempre presentes. O evento mais recente foi o SOCIAL ROCK: Rock & Ação Social,
onde arrecadamos centenas de brinquedos para o natal das crianças carentes e abrimos espaço para
a apresentação de varias bandas de rock que tocaram e divertiram a todos os presentes. Esses projetos são
realizados em parceria com meu amigo Marcio Paranga grande músico e batalhador nas causas sociais.
Eu vejo que existem grandes bandas na cena roqueira em diversas regiões de Sampa porém carecem de
espaços e eventos para se apresentarem em Itapecerica da Serra onde moro não é diferente.
Os projetos realizados visam também abrir espaços para essas bandas.


Pedrão (CLub RoCk) - A cena em geral depende muito da internet, essa ferramenta, ajudou ou banalizou os trabalhos?
Porque tem essa opinião?

Carlão (Velhos Bastardos) : No início da internet houve uma certa revolta dos artistas pois suas músicas eram facilmente baixadas e a venda dos cds diminuíram drasticamente, só que o tempo mostrou o quanto essa ferramenta é importante, hoje ficou muito mais fácil divulgar o trabalho das bandas principalmente as iniciantes e se por um lado não se vende tanto cds assim, as bandas se preocupam mais com os shows, Não vejo que banalizou os trabalhos musicais pelo contrário aumentou a preocupação com qualidade, mesmo porque porcarias sempre existiram.

Pedrão (CLub RoCk) -  Há quanto tempo existe, e qual a principal proposta, e objetivo da banda Velhos Bastardos?


Carlão (Velhos Bastardos) : A Banda
Velhos Bastardos surgiu como outras tantas, amigos se reunindo pra beber e tocar violão, é apenas uma diversão nada muito sério a única coisa que levamos a sério na banda é a qualidade músical e o bom e velho rock n roll, 
Não temos a preocupação em fazer shows, ganhar dinheiro, nada disso.
Queremos é nos divertir tocando, bebendo e trocando altas idéias.
Afinal de contas Rock é diversão.

Pedrão (CLub RoCk)  O que acha dos grandes shows internacionais que têm no Brasil?  As bandas nacionais são respeitadas nesses eventos como deveria?

Carlão (Velhos Bastardos) : Na verdade o Brasil não se preocupava ou não tinha promotores que se interessavam em trazer shows internacionais pra cá e atualmente isso mudou,
São muitos shows, eu já fui em vários porém acho que os promotores Brasileiros exploram demais e cobram valores absurdos. Enquanto os
gringos pagam mixaria pra ver uma superbanda, nós brasileiros somos explorados.  Quanto ao respeito pelas bandas nacionais, acho sim que esse
respeito deve vir dos promotores de shows e dos empresários das bandas que devem negociar melhor sua participação no evento. exigir melhores condições que fique bom para os dois lados, se não for assim não toca. O problema é que muitas bandas brasileiras fazem de tudo
para abrir o show dos gringos e se esquecem de exigir esse respeito.

 


Pedrão (CLub RoCk) -  A Velhos Bastardos tem a mesma formação, ou ja houve mudanças? Quantos são os componentes e quais os nomes e seu respectivos instrumentos?
Carlão (Velhos Bastardos) - Carlão Nery Guitarra e backvocals, Thiago Guimarães Baixo, Caique Guerra guitarra, Davi Nery Bateria, Carlos Nasraui vocal, Babao vocal

Pedrão CLub RoCk-  Vcs tem músicas próprias ou só fazem cover?

Carlão (Velhos Bastardos) - Fazemos cover de rock nacional dos anos 70
Estamos trabalhando em algumas musicas autorais

Pedrão CLub RoCk - Você sempre teve ligação estreita com a igreja católica e movimento carismático, continua participando,
ou esta em uma outra fase?

Carlão (Velhos Bastardos) : Não da pra voltar atrás, faço parte da Igreja sim. Faço parte do ministério de música e toco na missa.
Participo ativamente dos trabalhos do Santuário de Nossa Senhora dos Prazeres e Divina Misericórdia.

Pedrão (CLub RoCk)  -  Na verdade eu sei, mas , o povo não sabe e quer saber o seguinte, é casado, solteiro, ou como diria
Silvio Santos, tico tico no fubá?
Ah, se mentir faço sua caveira com a manda chuva (ih entreguei)!
Fala um pouco sobre a sua família brother!


Carlão (Velhos Bastardos) - Sou casado e tenho 3 filhos meu filho mais novo é baterista dos
Velhos Bastardos e tambem e tambem toca nas missas comigo. Minha esposa é vocalista.


Pedrão (CLub RoCk) -  O espaço agora é seu, manda um abraço para os leitores do CLub RoCk, e diz o que quiser pra quem vc quiser,
abra seu coração!!


Carlão (Velhos Bastardos) - Muita paz e Rock n Roll a todos


Agradecemos sua participação, ficamos muito felizes e honrados!!



Grande abraço da Equipe Club RoCk